A derrota do clichê


O clichê, desta vez, não prevaleceu. Depois de quase um mês ouvindo que “a Itália começa mal, mas acaba dando muito trabalho” nas Copas, vimos a Azzurra cair. O campeão voltou, mas voltou para casa. Em um grupo que contava com Paraguai, Eslováquia e Nova Zelândia, os italianos conseguiram a façanha de ficar na última colocação. Cair na primeira fase, para a Itália, era um feito inédito desde 1974.

Não há empenho, final emocionante, contestação de gol anulado, lágrimas ou comparação com a França que salve a medíocre seleção italiana de Marcelo Lippi. Não comento pelo resultado. Escrevi em coluna publicada no Jornal Placar, há duas semanas:  “Com um time envelhecido e fraco tecnicamente, restaria à Itália torcer pelo peso de sua camisa e pelo triunfo do imponderável. O problema é que o imponderável, que tantas vezes prega peças em times mais fortes para premiar os mais fracos, não costuma entrar em ação muitas vezes seguidas. Motivo pelo qual a Itália não deve ir longe nesta Copa.”

Os motivos da eliminação italiana não são novidades, portanto. A única novidade é que Marcelo Lippi passou a admitir erros. “Se você se apresenta com medo na perna e na cabeça, significa que o técnico não preparou bem o grupo”, disse após a queda. Pois Lippi erra até ao apontar seus erros. Porque o que ficou evidente nesta Copa é que o técnico optou por levar “seus amigos” à África, mesmo que sem condições físicas. Para isso, abriu mão da qualidade (que existe, sim, no futebol italiano).

Resta à torcida o consolo de lembrar que Cesare Prandelli será o novo técnico da Azzurra. Um técnico que costuma dar valor a bons jogadores. Simples assim, como deveria ser.

*** Peço desculpas aos que reclamam pela ausência. A culpa não é da Jabulani. Mas o ritmo deste blog, até o fim do Mundial, não deve melhorar. Apenas para registro por aqui, deixo o link do texto que escrevi sobre Marchetti (Há cinco anos, novo titular da Itália estava desempregado), no canal de Copa do iG.

Anúncios

Sobre Gian Oddi

Jornalista, é hoje comentarista dos canais de televisão ESPN e ESPN Brasil. Trabalhou por sete anos como editor da revista e do site de Placar. Em duas passagens pelo portal iG, onde esteve por mais de cinco anos, foi editor de esportes e editor-executivo de esportes, ciência e tecnologia. Morou por um ano em Roma, produzindo matérias para a Placar e outras publicações da Editora Abril. Do Brasil, foi colaborador do diário espanhol Marca. Editou por seis anos o blog A Bola na Bota, sobre futebol italiano.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

26 respostas para A derrota do clichê

  1. Superação e inoivação. Apenas isso.

  2. vascojones disse:

    véi,
    cassano , totti? fora?
    ´ebrincadeira..
    diferentemente dos craqies brasileiros – pato,gaúcho.adriano – lá.na itália, os caras estavam em grande forma – os dois.

  3. Fernando Monteiro Neto disse:

    Incrível como alguns técnicos insistem em passar por cima do óbvio, isso fica evidente no caso das derrocadas de França e Itália em que, na convocação, qualquer um com ausência de miopia já apontaria limites. No caso da Itália, a cegueira beira ao insuportável, pois a geração d fato não ajuda e nada justificaria deixar de fora os seus melhores. Senão, vejamos. Um time que fosse

    Buffon
    M. Motta Cannavaro Nesta (Chielinni) Grosso

    Aquilani Pirlo De Rossi

    Totti Cassano
    Gilardino

    Seria bom não? Não pode o Grosso? tem Zambrotta, que pode entrar na direita tb. Precisou de mudar? teria montolivo, Pazzini e Di natale na reserva. O Rossi nem fez grande temporada, mas poderia ser boa opção de segundo tempo. Que coisa!! O pepe é muito limitado! seu futebol irrita, Miccoli ao menos no banco acrescentaria. Alessandro Diamanti nunca foi testado? Horrível campanha. Boa a escolha por Prandelli. Esperar uma renovação que não se faz urgente só na seleção não. No futebol italiano como um todo.

  4. Marco disse:

    – Que maravilha Sr. Oddi assistir ao fracasso italiano antes tarde que nunca!
    Então eles acharam um dia que poderiam chegar ao pentacampeonato como o Brasil? rs
    E não me chame de irônico, pois mais irônicos e arrogantes que os italianos nem os franceses, e olha que sou um descendente de italianos. Ah sim, e rascitas também, ainda pensam se devem ou não escalar negros italianos nascidos no sul do país para servir a seleção. Mas vamos ao foco.
    A Itália perdeu porque os times italianos só são campeões por causa dos brasileiros, argentinos, sul-africanos, etc, que jogam lá. Quando dependem deles só ganham se jogam “sujo” ou mandam algum adversário para o hospital.
    A Itália perdeu porque a justiça de Deus (a lei da vida) está acima até do futebol, se colhe o que se planta. Uma seleção que em 2006 chegou a final com o juiz “roubando a Ucrânia” e na final não decide em 90 minutos, fica em campo com um a mais na prorrogação e não marca, e ganha nos pênaltis, merece o que teve. Até porque a Itália devia isso a Zinedine Zidane: sair desta Copa da mesma forma vergonhosa (porém diferentemente hipócrita) que a França. Aliás, viu como eles também perderam a cabeça na hora do gol adversário?
    Que maravilha assistir ao arrogante Cannavaro de 2006, o melhor do mundo naquele ano, e que disse ser a defesa da azzurra tão temida, sair chorando de campo da mesma forma que na Eurocopa (é…queriam igualar o feito francês e ganhar a Eurocopa após a Copa, lembra-se?) Ao contrário do que ocorreu em 2006, ao invés de festas, desfiles, glórias…meia dúzia de jornalistas na despedida melancólica. Quem diria que aquele “nariz empinado” que nem olhava para os torcedores teria na tristeza a transformação de humildade.
    E o Gattuso então, que fala, fala, fala…antes e depois. Ofendeu a imprensa alemã, quase pôs fogo em Roma ao chegar na Itália, se disse o máximo ao ser campeão do mundo com o Milan, apoiou a vaia ao hino francês, se achava acima do bem e do mal. Maravilhoso ouvi-lo se sentindo envergonhado, melhor que fugir após as derrotas como ele costuma fazer.
    Também prazeroso a decepção do Pirlo, a expressão do delator Buffon, a cara do Lippi, enfim, a esquadra azzurra teve o fim que mereceu.
    Mas o melhor foi ficar provado que sem alguém que espanque, ou sem um provocador …há, há, há…a Itália não ganha nada, nem experiência.
    Pena que o Mater…como é mesmo o nome dele?…não estava presente para dar um apoio a equipe. Deve estar chorando no ombro do Mourinho. rs
    Mas quem sabe ele não fale nisso durante quatro anos, não coloque no blog dele as fotos da derrota, não faça comerciais de TV ou escreva livros a respeito, talvez até apareça em programas de TV ou apóie alguma camiseta onde apareça os colegas chorando.
    Arrivederci Itália!

  5. leonardo disse:

    Marco,você falou que é descendente de italiano? Imagina se não fosse, você meteu o pau na Italia,você tem sangue é de filho da puta ! A Italia mereceu ganhar a copa de 2006 com muita garra e determinação e um pouco de sorte ( contra a Austrália ),e aprenderam a bater bem um penalty e a maioria dos jogadores marcaram gol, até o Zambrotta e o Materazzi marcaram o seu, e passamos pela França, coisa que vocês não conseguem porque são fregueses (1998 3 a 0 poderiam ter tomado de 5 a 0 ) e 2006 com um show do Zidane e cia. O Brasil ganhou o tetra por causa de uma falta inexistente no jogador Branco contra a Holanda e fez aquele gol na pura gagada ou sorte. E que eu me lembre em 2006 não tinha nenhum jogador brasileiro ou argentino jogando na Azzurra, o Camoranesi é Italoargentino e só.Sorte também é importante para ser campeão na copa do mundo, coisa que o Brasil tem de sobra, só pega grupo fácil na copa e ganha com a ajuda do juíz . O Lippi tem crédito, nos deu a copa de 2006 mas errou na escalação do time em 2010, jogadores velhos, desconvocou o Grosso,Rossi e o Borrielo e não chamou o Totti que estava indo bem na Roma e o Balotelli um craque, más imaturo. Com o Pirlo machucado e o Buffon também e sem atacantes de talento,tirando o di Natale e o Quagliarela, a Italia foi terrível, perdeu com dois gols legítimos do Quagliarela. A Italia é assim igual em 2002 na maioria das vezes prejudicada pelo juíz ao contrário do Brasil. Tem males que vem para o bem,agora vamos ter renovação do time e novo técnico até 2014. Avanti Argentina,Alemanha,Espanha e Holanda.

    • Marco disse:

      – Sr. Leonardo, antes de mais nada meus respeitos e obrigado pelo retorno; acredito que o contrário do amor seja a indiferença, e me sinto feliz por não ter sido indiferente ao meu comentário, disponibilizar alguns minutos para isso responsê-lo.
      Sou descendente de italianos apenas, mas brasileiro, tanto que, perceba, no meu texto não há palavras de baixo calão (não preciso disso) e nenhuma ofensa ao sangue de quem quer que seja.
      Não, na minha opinião (as pessoas tem o direito de discordar e o dever de respeitar) a Itália não merecia ficar pra final, nem a França; mais corretou seria Alemanha e Argentina. Mas o campeão também se mostra na derrota, e muitas vezes ganha o que joga pra não perder, e não o que joga pra ganhar. Não sei se entende a diferença.
      Sorte é 90% de transpiração e 10% de inspiração, dizem; e nem isso acho que a Itália teve.
      Ah o Brasil, quando conseguirem nos alcançar entenderá o que é ser pentacampeão e o Brasil é sempre campeão, independente de títulos e resultados.
      Não, nenhum dos nossos títulos foi manchado! Aliás hoje muita gente nem se lembra, a não ser os italianos, quem ganhou em 2006. Lembram-se mais da cabeçada! rs Aliás bem merecida.
      E perdemos com dignidade quando foi merecido!
      Quantos os estrangeiros os citei nos times e não na seleção, quis dizer que quando dó dependem dos italianos – como na seleção – só no jogo sujo e covarde como em 2006!
      Mas já pagaram caro e vão pagar ainda mais, a renoevação vai demorar!!!
      Lippi e cia não serão lembrados por glória e sim por um melancólico final…merecido!

  6. Leonardo Guerra de Lana disse:

    Salve Gian e leitores, acessem esse blog feito por um torcedor blogdarodada.zip.net…abraços e tomara que gostem.

  7. Leonardo disse:

    Caro Marco, desculpe pelo palavrão, eu estava de cabeça quente por causa da péssima partida da Italia, com jogadores desmotivados, 90% preguiça e 10% de transpiração e antes do Lippi chegar na África ele não prometeu o título, só errou na convocação dos jogadores, ao contrário do Brasil. E se depender da Rede Globo toda a copa do mundo que tiver o Brasil ja é campeão, então não precisa nem disputar a copa, bem que eu queria ter essa bola de cristal. Duvido que você não tinha ficado nervoso com o Brasil em 98 ( o campeão também se mostra na derrota e o Zagallo ficou bem nervosinho e a França deu um show ) e 2006 com o show do quadrado mágico e os malabarismos de foca do Ronaldinho, a roda de pagode dos jogadores, sem contar com a muamba trazida dos EUA em 94,e a festa que a Rede Globo apoiou na Suiça na preparação dos jogadores. Depois que o Brasil saiu da copa de 2006 a Globo tirou o dela da reta e pôs a culpa no Roberto Carlos. Agora em 2010 a Globo resolveu abaixar a bola. A Italia foi a primeira bi campeã mundial com jogadores de dupla nacionalidade sem descriminação com jogadores italo-brasileiros e italo-argentinos, e tem um título que vocês não tem, a de campeã olimpica. Em 1982 você se lembra da tragédia do Sarriá com o carrasco Paolo Rossi batendo o invencível Brasil.Em copa do mundo tudo pode acontecer.Em 2006 não deixamos a Alemanha ir para a final porque simplesmente jogamos uma partida brilhante com Fabio Grosso, Del Piero e Fabio Cannavarro, o melhor jogador da copa diga-se de passagem. Eu não tenho pressa de ser pentacampeão, afinal de contas ser campeão no futebol não vai mudar a vida da população brasileira,só dos jogadores com seus salários milionários jogando na Europa e nem se quer sabem cantar o hino do seu próprio país e virão muitas copas pela frente.Em primeiro lugar,o Brasil precisa de saúde,segurança e educação e não de uma copa do mundo para sediar. Só quero ver em 2014 e 2016 vai ter tanta robalheira. Melancólico final (90,Lazaronni,98 Zagallo,2006 Parreira ). Forza Lippi siamo con te, e boca al lupo Prandelli . ( Renovação,Superação ,Inovação e Raça ).

    • Marco disse:

      Ah sim, faltou dizer que concordo com o “Avanti Argentina, Alemanha, Espanha e Holanda; grandes seleções, mas tomara que dê Brasil.
      Quanto a Globo não sei não, dizem que o Dunga brigou com a emissora, falam tanta coisa, realmente não sei o que pode existir de manipulação em relação a resultados que venha de uma emissora de TV. Acho difícil o poder chegar a tal ponto.
      Não sei se o Lippi prometeu o título, mas acredito que o queria, e esta geração estava “se achando”.
      Sim, lembro de 1998 e 2006, quando o Brasil não mereceu ganhar; não tem porque arrumar desculpas; não mereceu e não ganhou…a vitória a qualquer custo não seria uma vitória; como não foi a da “squadra azzurra”.
      Por isso concordo quando diz que não se tem pressa, o importante é ganhar limpamente, ou se perder também de forma digna; se rever os jogos da Itália em 2006 concordará.
      Pressa realmente não tiveram, foi 24 anos depois. rs
      Totalmente diferente de 1982, onde a Itália chegou humilde, crise com a imprensa, o Brasil era o favorito, e merecidamente venceram … o Brasil … e a Copa. Sem nada que manchasse o título, com o futebol arte, de talento, garra, determinação; tanto que o resultado foi 3 X 2, os italianos não se entregaram até o fim.
      Em 2006 contra a Alemanha se houvesse talento não haveria pênaltis, e sim 90′ decisivos.
      Mudar a vida de um país ganhando uma Copa? Nem com nem sem pressa. Concordo que não é o mais importante mas faz parte.
      A Itália sendo campeã não tiraria o Berlusconi de onde está. rs
      Uma coisa não tem nada a ver com a outra mas…é verdade que ás vezes o comportamento no esporte diz muito do que é o cidadão.
      O futebol não é não o “remédio para todos os males”, mas nem por isso precisa ser desleal.
      Acho que é por isso que até hoje lembram os nomes de jogadores e do título de 1982 mais do que os outros.
      E não adiante pedir força ao Lippi, ele não é mais o técnico de vocês! rs

  8. leonardo disse:

    Caro Marco, o Lippi não é mais o nosso técnico, mas nos deu o tetra 24 anos depois igual o Brasil em 94 que esperou 24 anos também, e é campeoníssimo na vecchia signora, ganhou tudo por lá, por isso estou desejando boa sorte para ele como profissional. Contra o time da Alemanha em 2006 não teve penalty, só contra a França. Se o Brasil ganhar a copa de 2010, vai ganhar jogando um futebol de resultados sem espetáculo igual a Italia, futebol que todo o mundo mete o pau no Brasil, mas o que vale hoje em dia é resultado e não futebol bonito, se pudesse juntar os dois seria uma maravilha para qualquer seleção, um abraço, e boa sorte.

  9. Leonardo disse:

    Que maravilhia Sr Marco,assistir ao fracasso Brasiliano antes tarde do que nunca ! Estava demorando.Caro Marco, eu te avisei, o Brasil nadou,nadou,nadou e morreu na praia, quem ri por último ri melhor ! Esta geração estava se achando, são os reis da cocada preta, agora quem não é mais o técnico de vocês é o Dunga ! rsrsrsrsrsrsrs. Agora vou tomar o meu suco de laranja para comemorar a vitória da Holanda,um dia o freguês ganha e vingou a copa de 94 que vocês ganharam roubado e a copa de 98.Eles podem até sair da próxima partida,mas pelo menos tiraram o Brasil.Quem sabe em 2014,provavelmente a copa vai ser comprada para o Brasil ser campeão. Que melancólico final……merecido !
    ARRIVEDERCI BRASILE !!!

    • Marco disse:

      – Obrigada mais uma vez pela lembrança e pelo retorno.
      Concordo com você, ao mesmo tempo que estou achando esta Copa de um baixo nível técnico e moral, achei que o Brasil não ganharia, mas não esperava que fosse sair no jogo contra a Holanda.
      Também gostei de tudo, do jogo, da saída da nossa seleção, acho que deve servir de lição para a extrema arrogância do Dunga e o velho “salto alto” de alguns jogadores.
      Esta seleção nunca convenceu e um dia a casa ia cair.
      Parabéns a Holanda, merecedora da vitória, não se intimidou com a tradição da camisa verde e amarela.
      De qualquer forma (já que falou que eles podem sair no próximo jogo) se isso vale alguma coisa saimos depois da Itália. rs
      Não, não achei que o fim foi melancólico porque continuamos pentacampeões, e porque afinal de contas perdemos para a Holanda e não para a … Eslováquia. E também porque não somos os atuais campeões do mundo.
      E o que é melhor, perdemos por falhas nossas, não ganhamos provocando ninguém pra ser expulso (pelo contrário, tivemos merecidamente uma expulsão), perdemos no futebol, não nas palavras.
      Não, um verdadeiro campeão reconhece quando merece perder, não arranja desculpas; a Itália esteve vencedora e esteve campeã; o Brasil é vencedor e campeão: eis a sutil diferença!
      Ah propósito, onde estão mesmo os atuais campeões do mundo? rs

  10. leonardo disse:

    Marco, como foi de ressaca ? Você se esqueceu que o Brasil em 2006 defendia o título de campeão mundial e perdeu de novo,de novo e de novo para a FRANÇA ! Agora é fácil falar que a copa foi horrível depois que o Brasil saiu. Estranho você achar que o Brasil não ganharia da Holanda, vocês não são pentacampeões? Não são o rolo compressor, ganha de todo mundo ? Não tem a obrigação de ganhar de todos? A defesa brasileira não é a melhor do mundo? O goleiro de vocês é tão bom que se esqueceu de como sair bem do gol.Mais uma copa sem título ( 98,2006 e 2010) e todas perdidas de bola parada,estranho,a defesa brasileira não é a melhor do mundo? Será que vai repetir a dose em 2014? Vocês querem bater o record de tomar gol de bola parada? E lembrando, 2014 é logo alí !.A propósito os atuais campeões do mundo estão curtindo suas férias na Sardenha ou em alguma praia paradisíaca da Itália, enquanto os jogadores brasileiros nem podem tirar suas férias no Brasil, porque não são brasileiros, passam suas férias no exterior e nem sabem cantar o hino nacional. Porquê o Robinho não dançou na partida contra a Holanda? O Julio Cesar não falou que ia ter samba na final? Acabou que quem dançou foi o Brasil ! rsrsrsrsrs.Agora acabou a roda de pagode e as dancinhas idiotas do Robinho. Que grande jogador, o Felipe Melo, aprendeu com o Dunga como se joga bola. Marco,falando sério agora,só vai dar nós dois nesse blog,um falando mau do outro, você sabe que não é nada pessoal, é apenas opiniões diferentes,um abraço e até mais.

  11. Marco disse:

    Mais uma vez meus agradecimentos e respeitos!
    Não cheguei a ficar de ressaca porque não vejo motivos pra isso. Por que o Brasil perdeu? Não, realmente ficar de ressaca no sentido próprio ou figurado não é um hábito meu.
    E se assim o fosse, reconhecendo o Brasil merecedor da derrota, pra que a ressaca?
    Não esqueci de nenhuma derrota, até porque faz parte perder, saber perder, e através dela se saboreia melhor as vitórias.
    Sobre a Copa ser horrível não disse isso em nenhum momento, disse e continuo achando que está sendo de um baixo nível técnico e moral. Por exemplo não esperava hoje os 4X0 da Alemanha em cima da Argentina, mesmo não acreditando que a Argentina passasse pela Alemanha (mas 4X0?).
    Sim, temos uma defesa espetacular, uma das melhores do mundo (que o diga a Ínter), mas sujeita a falhas pagas por ela mesmo.
    Sim, pentacampeões, únicos pentacampões, ainda não será nesta Copa que alguma seleção se igualará a nossa; aliás, acho difícil isso ocorrer, nos passar então…rs! Mas pentacampeões perdem, empatam, vivem…rs, sempre com dignidade e de forma limpa…mas até aí acho que o futebol italiano não entende bem disso. rs
    Em 2014? Tomara, vamos nos renovar, mas nem tanto; uma pitada da tradição deve ser mantida.
    Receberemos bem a todos no Brasil, afinal somos um país civilizado onde as nações do mundo se encontram e se dão bem. Se um técnico tiver que escalar um talentoso jogador, não se importará com sua origem ou cor.
    Ah é verdade, soube das férias dos campeões do mundo, daqui há uns dias não mais atuais (rs), mostraram via internet algumas fotos (engraçadas demais, em lugares lindos com suas famílias e umas caras de quem estava indo para a cadeira elétrica – coitadinhos, rs). Boas férias! rs
    Nossos atletas tiram férias aqui no Brasil, no exterior, depende…nosso país é lindo! Aliás muitos europeus vem tirar férias ou até estão morando no norte e nordeste.
    Hino? Ah brincou, vocês gostam dessa polêmica heim? Quase mataram o Camaronesi em 2006 por causa disso.
    Há jogadores que cantam outros não, o nosso hino é lindo e tem uma letra difícil, mas alguns (em que país for) não cantam mesmo porque estão contradíssimos. Isso é o que eles dizem.
    Provavelmente nenhum dos dois dançou pelo mesmo motivo que o Maradona não vai sair nú, ou pelo mesmo motivo que o Cannavaro não conseguiu mostrar porque eles jogam retrancados para…dar certo! rs
    Se bem que a tarantella não é tão divertida como o samba.
    Não, não dará só nós a falar mal um do outro porque de você nunca falei mal, não o conheço.
    Ah, não esqueçam de treinar para 2014 algum jogador que saiba provocar ofendendo o adversário; quem sabe assim não conseguem ser campeões de novo. rs

  12. leonardo disse:

    Marco, muito obrigado pelo retorno. Marco, não precisamos de treinar um jogador para provocar e ofender o adversário,isso já tem aqui no Brasil,um lembrete para refrescar a sua memória : Dunga, Serginho Chulapa, Edmundo (um cara tão educado !) Kleber (do Palmeiras),Romario,Djalminha,Renato Gaucho e outros, é lógico que tem jogador mau caráter em qualquer país,apenas dei alguns exemplos de jogadores brasileiros.Falar nisso, os jogadores brasileiros estavam com uma cara ótima quando foram dar entrevista para a Rede Globo, foi um chororô só, que pena, pensaram que eram imbatíveis, mas a casa caiu e o feitiço virou contra o feiticeiro,faltou humildade e respeito ao adversário, só faltava enfiar a cabeça no vaso e dar descarga rsrsrsrs.Realmente o Brasil é um país muito bonito,não tem como negar,mas é tão caro para o turista brasileiro, que ele prefere viajar para o exterior que é mais barato e muito mais seguro,enquanto os gringos deitam e rolam aqui no Brasil ,aproveitando inclusive para fazer coisas erradas que é melhor nem comentar ( se é que você me entende ), porque aqui não tem uma fiscalização severa, e a corrupção é tremenda, e fica igual a casa da mãe Joana, mas esse assunto não tem nada a ver com o blog, Eu não sabia que o Brasil é um país civilizado, que cuida bem dos mais velhos e de suas crianças, não tem guerra civil, não tem preconceito, tem uma das melhores distribuições de renda do mundo, renda per capta alta, alimentação e moradia de qualidade para todo mundo,um salário mínimo dígno, eu estou impressionado, quem sabe em 2050 ? Tomara que dê certo, afinal de contas o Brasil é o país do futuro, vem ai o pré-sal e etc…. Eu queria saber se você acompanha o calcio, a quanto tempo você acompanha e pra qual time você torce, para a gente trocar mais idéias, porque a copa acabou e a minha seleção saiu e a sua também, isso se você quiser participar é claro ! Até mais.

  13. Leonardo Guerra de Lana disse:

    Que vergonha, o desembarque da seleção brasileira, eles sairam pela porta dos fundos sem falar com a torcida e principalmente com os jornalistas, e teve cara que chegou no aeroporto às três da manhã para pegar um autógrafo e não conseguiu, é muito otário.

  14. Marco disse:

    Agradeço mais uma vez a atenção. Realmente há atletas mau caráter em qualquer país, mas é fato que menos covardes pelo menos. Nenhum destes estava fora do campo em um lugar que não deveriam estar porque não estavam jogando e covardemente deram um soco no adversário já as portas do vestiário, também não foram delinqüentes na marcação, não cortaram a face de ninguém até o sangue jorrar no gramado, e tantas outras coisas que ocorreram inimagináveis para o futebol. Sem contar que os brasileiros citados erraram sim, como todo ser humano, mas não subtituíram bom futebol por violência; é diferente. E posso dizer com orgulho que nenhuma Copa ganha pelo Brasil foi manchada; graças a Deus não ofendemos ninguém e nem ficamos com um a menos na prorrogação sem conseguir marcar; sim, fomos para os pênaltis em Copa mas sem nenhum destes lamentáveis acontecimentos.
    Até porque vitória a qualquer custo não é vitória.
    Realmente faltou humildade e respeito ao adversário, e muitas outras coisas mais que foram deixando passar, por isso a seleção mereceu a desclassificação.
    Já disse que nós brasileiros somos vitoriosos, e verdadeiros campeões não arrumam desculpas (como italianos), reconhecem a derrota e os méritos do vencedor.
    O desembarque da seleção se dividiu entre São Paulo (fugiram mesmo, a cidade tem fama de ser exigente e não perdoar muito as falhas), o Rio (em que a torcida se dividiu) e no sul do país (onde o técnico Dunga, ai, ai, ai, foi bem recebido). Não, é normal que não estivessem com uma boa cara, porque aí seria ironia, mas é porque eles ainda não estão de férias; cara de enterro em férias é que acaba sendo até engraçado. rs
    O Brasil tem sim muitos problemas, como todos os países, mas me cite um país em que vários povos, raças, religiões, enfim, onde tantas diferenças conseguem ser combinadas para viver em harmonia. Não vai me dizer Itália pelo amor de Deus, tenho amigos que moraram lá e…é bom nem comentar. rs
    Ou me cite um que não tenha problemas.
    Ou um desafio maior ainda: um que tenha problemas como o Brasil, e seja maravilhoso e feliz como o Brasil.
    Se conseguir, a vitória é sua, mas tem que provar OK?
    Dá-lhe Brasil, pentacampeão!

  15. Bruno Pessa disse:

    Levar amigos fiéis a uma Copa, em detrimento de jogadores melhores, não deu certo nem aqui quanto na França e na Itália…

  16. Marco disse:

    – Parabéns Espanha! A seleção que mostrou desde o início garra, talento, determinação e um futebol arte que me fez sentir saudade da seleção brasileira dos “bons tempos”!
    Valeu “Fúria”!
    Uma final que teve sim alguma violência por parte da Holanda (mas nada que tire o mérito das duas seleções ou que tenha estregado o espetáculo – aliás parabéns também a Holanda que lutou muito e vendeu caro este título) mas não foi decidida nos pênaltis, e a expulsão não foi provocada por nenhuma ofensa. E mais, a seleção que teve um a mais em campo apenas no segundo tempo da prorrogação conseguiu marcar um gol.
    Uma seleção que honrou sua camisa!
    Que a “Fúria” tenha ensinado muito ao Brasil e mais ainda a “Azzurra”!
    Aliás, coitadinho do Cannavaro, tendo que entrar em campo pra devolver a taça depois de tudo o que passou! rs

  17. EDDIE/SCCP1910 disse:

    Não entendi sua alegria pela desistencia de SP em abrir a Copa
    Quer dizer, entendi, mas pega mal jornalista fazer lobby a favor de um clube

  18. Émerson disse:

    – Essa foi demais! rs

    11 campioni e 1 campione vero
    Dodici persone viaggiavano in un aereo (undici italiani della nazionale campione del mondo del 2006 e il campione Zidane, l’unico francese presente. Dopo una panne, tutti finirono appesi a una corda.
    Siccome la corda non era abbastanza forte per reggerli tutti, decisero che uno di loro dovrebbe lasciare la corda, ci fu una discussione e Zizou subito si accorse che – ovviamente – toccherebbe a lui farlo. Prima che la discussione fosse finita, lui li ha interrotti dicendo che lascerebbe la corda perché era abituato a rinunciare a certe cose per il bene degli altri, e visto il Mondiale di Calcio più recente, lui era il vice in mezzo ai campioni del mondo, che meritavano di sopravvivere per la loro capacità di grandi imprese…
    Quando finì di parlare, gli italiani lusingati cominciarono ad applaudire e caddero dalla corda…
    Così, anche se non è stato lui il vincitore, mai sottovalutare il potere e l’intelligenza di un vero campione!!!

  19. PEdRO disse:

    Não É porque vc é o editor-executivo do iG que deva mostra tanta displicencia com os postes Esse é antigo demais cade o respeito pelos leitores???ISSO É UMA VERGONHA

  20. Émerson disse:

    Ele está com vergonha de aparecer depois do que a seleção italiana fez! rs

  21. Pingback: A derrota do clichê | Portal Cwb

  22. Pingback: A derrota do clichê | Portal Cwb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s