Os 23 e o – 1


Cassano na Samp: “Valeu, Pazzini. Vai lá. De nada e boa sorte” (foto Reuters)

Vamos, enfim, à seleção italiana. Que teve 23 convocados para os jogos contra Montenegro e Irlanda, mas uma ausência mais comentada do que as 23 presenças: Cassano.

O atacante até conseguiu emplacar uma convocação, mas não a sua: afinal, qualquer que tenha visto os últimos jogos da Samp sabe que, se não fosse pelo ‘pazzo’, Pazzini dificilmente teria sido chamado para substituir Luca Toni. Há três meses ninguém sonhava com Pazzini na seleção e se hoje ele está lá é muito por mérito do seu parceiro de ataque.

Além de Pazzini, as novidades Bocchetti, zagueiro que vem jogando muito pelo Genoa, e Motta, lateral que vem fazendo o mesmo pela Roma, não foram discutidas por ninguém. São convocações merecidas. Assim como a confirmação do volante Brighi e do meia-atacante Foggia, por enquanto uma aposta de Lippi.

Da ausência de Del Piero, também, ninguém reclamou. Até porque, há um bom tempo, é Cassano quem vem jogando o melhor futebol todos os italianos da Série A. Numa enquete da Gazzetta dello Sport, com mais de 40 mil votos, nada menos do que 80% do internautas votaram por sua convocação.

A impressão que tenho é que os italianos, assim como os brasileiros, querem gostar mais de sua seleção. E hoje apenas Cassano, com loucuras ou sem, pode fazer com que isso aconteça.

Marcelo Lippi conta com o respeito de quem levou a Itália ao seu quarto título mundial. Entre outras coisas, com o perdão do chavão, porque conseguiu formar um grupo extremamente unido. “Meu maior desafio é conseguir contar com um elenco tão unido como o de 2006”, disse recentemente.

Sua decisão de não chamar Casssano certamente esbarra nisso. Mas hoje, sem Totti, abrir mão do atacante da Samp é ruim para o futebol — embora não necessariamente seja ruim para a Itália. Lippi, justamente por ter um respaldo com poucos precedentes no futebol italiano, bem que podia tentar, mais uma vez, colocar Cassano “na linha”.

Aos 26 anos, justamente quando os jogadores costumam chegar ao ápice, Cassano teria que aproveitar sua última chance. Se o fizesse, Lippi sairia com o mérito de quem, enfim, fez o craque desabrochar; se não o fizesse, o técnico deixaria de chamá-lo, simples assim. E mesmo nessa segunda hipótese, tenho certeza, não seria criticado e ainda se livraria das pressões.

Não vale tentar?

Para não perder o costume, listo os convocados e a minha “seleção ideal” entre os chamados. Embora seja bom lembrar: De Rossi, Pirlo e Chiellini (ou seria Gamberini?) estão pendurados e podem ser poupados do confronto contra Montenegro (sem Vucinic) para jogar o mais importante duelo diante da Irlanda, a principal rival do grupo.

CONVOCADOS

Goleiros: Amelia (Palermo), Buffon (Juventus), De Sanctis (Galatasaray)

Defensores: Bocchetti (Genoa), Cannavaro (Real Madrid), Chiellini (Juventus), Dossena (Liverpool), Gamberini (Fiorentina), Grosso (Lyon-FRA), Motta (Roma), Zambrotta (Milan)

Meio-campistas: Brighi (Roma), De Rossi (Roma), Foggia (Lazio), Montolivo (Fiorentina), Palombo (Sampdoria), Pirlo (Milan)

Atacantes: Di Natale (Udinese), Iaquinta (Juventus), Pazzini (Sampdoria), Pepe (Udinese), Quagliarella (Udinese), Rossi (Villarrea-ESP)

TIME DO BLOG (sem explicações)

Buffon, (Motta, tinha errado) Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Grosso; De Rossi, Brighi e Pirlo; Rossi, Pazzini e Di Natale.

E o seu time ideal, considerando apenas os convocados, qual é?

Sobre Gian Oddi

Jornalista, é hoje comentarista dos canais de televisão ESPN e ESPN Brasil. Trabalhou por sete anos como editor da revista e do site de Placar. Em duas passagens pelo portal iG, onde esteve por mais de cinco anos, foi editor de esportes e editor-executivo de esportes, ciência e tecnologia. Morou por um ano em Roma, produzindo matérias para a Placar e outras publicações da Editora Abril. Do Brasil, foi colaborador do diário espanhol Marca. Editou por seis anos o blog A Bola na Bota, sobre futebol italiano.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

14 respostas para Os 23 e o – 1

  1. Marcelo Andere disse:

    Minha seleção ficou bem parecida:

    Buffon; Motta, Cannavaro, Chiellini e Zambrotta; De Rossi, Palombo e Pirlo; Rossi, Pazzini e Di Natale.

  2. maneL disse:

    Pela convocação do Lippi.

    Buffon; Zambrotta; Cannavaro; Chiellini e Grosso; De Rossi, Pirlo e Brighi; Rossi e Pazzini.

  3. Rodrigo Figueira disse:

    O ataque da Itália, que de 2000 até 2006 contou com excelentes jogadores como Montella, Totti, Vieri, Del Piero e Inzaghi ( e o nao convocado Baggio) agora tem que se contentar com essas enganaçoes ai.

    Di Natale e Quagliarela sao jogadores de times pequenos. nao brilham.

    Iaquinta é medíocre.

    Eu se fosse Lippi pedia a volta de Totti o mais rapido possivel.

    Totti e Cassano no ataque, reeditando a dupla de 03-04 seria excelente.

  4. Gílson disse:

    Trocaria só o Di Natale pelo Palombo. E se o Foggia tem espaço nessa equipe, o Diamanti também deve ter.

  5. Pedro de Oliveira disse:

    Acho que tá faltando o Ezequiel Lavezzi nessa lista, que tá jogando demais pelo time do Napoli.

  6. Pedro de Oliveira disse:

    Descobri agora que é argentino. Disfarça. aeuhiaeuhao

  7. Fernando Fagundes disse:

    Buffon, Dossena, Cannavaro, Chiellini e Grosso; Brighi, De Rossi, Pirlo e Montolivo; Di Natale e Pazzini.

  8. Luiz Raatz disse:

    Viva as cassanadas!

  9. Fernando Monteiro Neto disse:

    putz, cassano e totti urgentes aí. a convocação não é ruim não,

    mas acho que pela primeira vez vejo uma Itália sem um trequartista não só de ofício, fato e direito como tb com qualidade.

    e nessa posição, junto com o Brasil e a argentina (no Brasil, Helena Jr a chama de meia-ponta-de-lança, o que apóio) a Itália era mestre, afinal totti, baggio, del piero e tantos outros brilharam por ali. o diacho era quando a retranca os empurra(va) ao ataque. onde eles até foram bem, mas que brilhavam muito mais lindamente ali pela meia lua, nisso eu creio.

    mas enfim, deserto total. com essa escalação, quem arma o time é pirlo. nada contra ele. ao contrário, mas acho pouco.

    com essa moçada, o jeito era ir no 4-4-2:

    buffon, motta, cannavaro, chiellini e zambrotta. pirlo, brighi, de rossi e montolivo. pazzini e rossi.

    ah, se o totti estivesse ali no lugar do montolivo,

    se o cassano estivesse ali no lugar do rossi,

    se o toni estivesse ali no lugar do pazzini,

    se o gilardino estivesse como opção

    se o nesta voltasse a ser o nesta e estivesse ali na zaga,

    se aquilani, rosina,etc. dessem o que se esperava deles.

  10. Freddyx disse:

    Queria me cumprimentar com os artigos que você escreve. A pouco tempo conheço o site, mas consigo ver uma boa imparcialidade e competência no que escreve (mesmo que o apelido de “pazzo” os italianos deram para pazzini, a causa do sobrenome, e não para cassano).
    Pois é muito fácil ver jornalistas vários, brasileiros, seguirem a moda de elogiar mais clube como o milan, do que outros. Deixando de lado a imparcialidade.

    Mas, voltando ao assunto, a não convocação de Cassano é simples, Lippi é um treinador que teve sorte e “vive de renda” pelo sua ultima Copa. Mas seu grande defeito foi sua consideração aos jogadores em base a simpatia, e não a habilidade deles. Foi assim que aconteceu com Baggio, Panucci, Pagliuca, e é por isso que està acontecendo com Cassano.
    Ele pode ficar tranqüilo, pois na seleção enquanto tiver Lippi, não terá vaga alguma.

  11. Favoretto disse:

    Excelente legenda ! se eu fosse adepto dessas criptografias modernas de internet e afins eu lançaria um “uahuahauhauhauh” aqui !

    Quanto à convocação, na minha opinião uma palavra a resume: triste !

    Não que esse elenco seja ruim, com exceção de Pepe e Di Natale é claro (é de sangrar os olhos ver que os nomes de ambos sempre são relacionados nas listas da Azzurra ultimamente), mas o que chateia é o fato de termos jogadores bem melhores para ocupar certas posições. O Cassano com certeza é um exemplo, mas há outros. Por exemplo, o Paolo Caannavaro está merecendo muito mais uma vaga que seu irmão. E se o fato do CannaMor ser experiente e tudo mais for suficiente para que seja intocável, tire então o Gamberini. Mesmo porque até 2010 eu acredito que Motta e Chiellini irão compor a defesa Azzurra, ao mesmo tempo que a sombra do que Cannavaro já foi possa deixar um destes (Motta) no banco, enquanto Gamberinis, Legrottaglies e Boneras não oferecerão perigo a vaga de Motta e muito menos de Chiellinni que em breve será um dos melhores zagueiros do mundo.

  12. Pedro de Oliveira disse:

    Tá faltando o Giovinco na seleção. Porque Luca Toni, o número um, é meio estabanado lá na frente. Falta alguém pra jogar junto com o Luca e, acredito eu, Giovinco faria uma ligação perfeita com ele.

  13. guilherme augusto de oliveira disse:

    essa seleção da Itália depois que perdeu aquele amistoso pelo Brasil, acabou de vez. Por que que o Lippi não convocou o Totti. Péssima escalação, muito ruim esse time.

  14. Prisma disse:

    Itália 2-Montenegro 0. Gols de Pirlo e Pazzini. Ué, cade o Cassano pra dar o passe pro Pazzini?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s