Inter e Roma, comemorem

Não gosto de comentar dois jogos que aconteceram ao mesmo tempo. Mas vou fazê-lo, de forma superficial, do mesmo jeito que vi Inter 0 x 0 Manchester e Arsenal 1 x 0 Roma (este pela internet). Pode ser?

Ambos os italianos foram mal e podem até comemorar os resultados desta terça-feira.


O Manchester martelou, mas o novo imperador, Júlio César…

A Inter, não fosse Júlio César, poderia ter levado uma senhora cacetada do Manchester, o melhor time do mundo hoje em dia. No segundo tempo, voltou melhor. Mas a pressão que criou não fez nem cócegas ao Manchester, se comparada àquilo que os ingleses tinham feito no primeiro tempo — tanto que Van der Saar fez apenas uma boa defesa. Tendo sido o jogo o que foi, o placar de 0 x 0 não é dos piores para a Inter. O empate com gols, como se sabe, classificaria os italianos em Manchester. Não acho que vá acontecer, como já não achava antes do jogo de hoje que a Inter passaria de fase. Mas as esperanças continuam: num dia ruim de Cristiano Ronaldo e inspirado de Ibrahimovic, vai saber… 


Para passar, a Roma terá que ser menos boazinha e atacar mais na capital

A Roma estava bem desfalcada contra o Arsenal, é verdade. Mas se a ausência de Juan foi muito muito sentida (o tal do Loria deu medo, e até que o prejuizo foi pequeno), os demais desfalques não podem ser comparados aos nomes importantíssimos com os quais o Arsenal não pôde contar. E a Roma, pra variar, foi à Inglaterra com certa paúra, o que não deveria ocorrer diante do retrospecto recente dos dois times. Para o jogo de volta, quando precisará vencer por dois gols de diferença, ainda perdeu De Rossi, suspenso. Ficou mais difícil do que, sinceramente, eu achei que seria. Ainda assim, única e exclusivamente por causa da diferença de qualidade do adversário, acho que o time da capital tem bem mais chances de avançar do que a Inter.

Ou não?

Anúncios

Sobre Gian Oddi

Jornalista, é hoje comentarista dos canais de televisão ESPN e ESPN Brasil. Trabalhou por sete anos como editor da revista e do site de Placar. Em duas passagens pelo portal iG, onde esteve por mais de cinco anos, foi editor de esportes e editor-executivo de esportes, ciência e tecnologia. Morou por um ano em Roma, produzindo matérias para a Placar e outras publicações da Editora Abril. Do Brasil, foi colaborador do diário espanhol Marca. Editou por seis anos o blog A Bola na Bota, sobre futebol italiano.
Esse post foi publicado em futebol europeu e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Inter e Roma, comemorem

  1. Pedro Mota disse:

    Mourinho irá reincidentemente eliminar o man utd,tal como o fizera com o Porto…Mourinho é um génio…Porto-Inter na final da champions…Abraço

  2. JP disse:

    Sem dúvida, só um milagre de Mourinho, um Júlio César infalível e uma exibição do outro mundo de Ibrahimovic poderá qualificar o Inter! Acho que os ‘red devils’ em casa têm tudo para passarem tranquilamente a eliminatória.

  3. Thiago Rocha disse:

    Impressão só minha ou o Ibra, como em todos os jogos decisivos de mata-mata que já vi dele ( e creio que nos que não vi também) pipocou de novo?

  4. giorgio disse:

    ibra pipoca sempre em jogos importantes mourinho um genio coloca rivas no lugar de cordoba e um cagao isso sim dalhe diabos vermelhos

  5. Fabricio disse:

    gian, você acha que foi penalti do mexes sobre o liverpool?

    RESPOSTA DO GIAN:
    Sinceramente, Fabrício? Acho que não… aliás, para não paracer suspeito, devo dizer que é está, também, a opinião do editor de nosso “blog rival” nas oitavas da Liga, Rogério Andrade. Mas isso não invalida o fato de que a Roma poderia ter saído de lá com um resultado muito pior.

  6. JOSÉ CARLOS CARNEIRO disse:

    Como o Senhor Michel Laurence falou, De fato esse foi um dos 0 x 0 mais agradáveis que já vi.

    Agora desde que o Mundo é Mundo Sir Alex Ferguson escala seus times no 4-4-2 com um volante, um meia e dois pontas, assim como sempre jogou a Seleção Inglesa.

    Se bem que Carrick e Fletcher são volantes fixos e Giggs ontem jogou mais na armação, e acho que o Manchester fica mais compacto jogando com Carrick e Fletcher ambos tem grande poder de marcação e são excelentes na armação. Principalmente o escocês Fletcher que lembra muito o Fernando Redondo.

    Berbatov e Tevez, não são jogadores para o Manchester United, ao menos Tevez tem raça, se movimenta como um Gabriel Batistuta como um Jorge Valdano, apenas se movimenta como eles. Mas de fato não compreendo Berbatov com aquela camisa 9.

    Sobre a Inter, não sei, não vejo qualidade naquele time, o banco é melhor que o time titular, Cambiasso carrega o time nas costas. Zanetti melhor lateral do mundo a mais de 10 anos joga no meio para que o limitado Maicon possa jogar, a Inter e o futebol perde com isto. Vieira no banco, a zaga cheia de colombianos, por sinal a fraca zaga da Inter vai santificar Júlio César que hoje prova o quanto foi injustiçado pelo Luiz Felipe em 2002 e já poderia ter sido titular da Seleção em 2006.

    E Stankovic não é jogador para ser quarto homem de meio campo do Cálcio, já vi eslavos melhores como Boban e Savicevic. O time da Inter não me encanta. Mas o empate na volta é deles.

    Abraços senhores, cordialmente JOSÉ CARLOS CARNEIRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s