itália 3 x 1. e outro titular definido


A Gazzetta celebra vitória da Azzurra… e “magias” de Di Natale

Outro dia disse aqui que a alegria não costuma ser bom presságio para a seleção italiana. Seleção que, aparentemente, não está preocupada com isso, a ponto de vencer por mais de um gol de diferença (!!!) o seu útlimo amistoso antes da estréia contra a Holanda na Euro.

Di Natale fez dois belos gols e, como já era de se esperar, é o jogador mais festejado pela imprensa italiana. O atacante da Unidese (em breve, provavelmente, da Roma) já vinha jogando bem demais no Italiano, confirmou sua boa fase e assim certamente assegurou uma vaga de titular no time de Donadoni — que, do meio pra frente, já tem também Toni garantido.

Camoranesi, Del Piero (bela jogada no gol de Camoranesi) e Cassano (aplaudido) seguem atrás de uma vaguinha por ali, tendo o primeiro amplo favoritismo. Boriello, não só pelo absurdo gol perdido contra os belgas, é certamente reserva. Assim como deve ser Quagliarella.

Quase não vi o primeiro tempo, vi o segundo tempo picado, mas estive em frente à TV nos pouco menos de 15 minutos em que Cassano, Del Piero e Toni estiveram juntos em campo. É o “trio dos sonhos” de muito italiano, aliás. Mas não de Donadoni. Até porque, com certa razão, em Di Natale ele não mexe mais!

A escalação da Itália nos 3 x 1 contra a Bélgica:
Buffon; Panucci (1/2º Grosso), Cannavaro (1/2º Chiellini), Barzagli, Zambrotta; Gattuso, Pirlo, Aquilani (30/2º Ambrosini); Camoranesi (16/2º Cassano), Toni (30/2º Borriello), Di Natale (1/2º Del Piero). (Não saíram do Banco: Amelia, De Sanctis, Materazzi, De Rossi, Perrotta, Quagliarella)

Anúncios

Sobre Gian Oddi

Jornalista, é hoje comentarista dos canais de televisão ESPN e ESPN Brasil. Trabalhou por sete anos como editor da revista e do site de Placar. Em duas passagens pelo portal iG, onde esteve por mais de cinco anos, foi editor de esportes e editor-executivo de esportes, ciência e tecnologia. Morou por um ano em Roma, produzindo matérias para a Placar e outras publicações da Editora Abril. Do Brasil, foi colaborador do diário espanhol Marca. Editou por seis anos o blog A Bola na Bota, sobre futebol italiano.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para itália 3 x 1. e outro titular definido

  1. cesar disse:

    grande di natale! mas… cadê o toni?!?!

  2. Gílson disse:

    Calma! Contra a Bélgica o Di Natale teve a fortuna de não ser marcado por ninguém, pois o Kompany simplesmente o “esqueceu” nos dois gols… Mas ele será titular por merecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s