A covardia de Ancelotti

Deu Barcelona. Podia não ter dado, talvez o empate até fosse o resultado mais justo, mas deu Barça. E acho que foi justo, sim. Nem tanto porque os espanhóis tenham sido tão superiores. Mas porque o time jogava fora de casa e, mesmo assim, não se acovardou. Tentou o gol, como aliás tem que ser num torneio em que o regulamento prevê que os gols fora de casa valham tanto.

O Milan, em compensação… o técnico Carlo Ancelotti, de novo, fez aquelas alterações inexplicáveis. Perdendo por 1 x 0 (gol de Giuly após belo passe de Ronaldinho e titubeio de Dida), resolveu colocar em campo Maldini, Ambrosini (!) e Cafu. Tendo Rui Costa e Amoroso no banco. Ok, tinha dado certo com o Lyon? Tinha. Mas realmente não fazia sentido nenhum que desse novamente.

Agora, em Barcelona, o Milan terá que ganhar. Estou curioso pra ver qual será a postura de Ancelotti…

Subida napolitana – adendo
A respeito do post abaixo, sobre o acesso do Napoli, queria fazer um complemento: o time acabou punido pela Federação Italiana por causa da faixa que exibiu contra Franco Carraro. Terá que pagar uma multa e jogar uma partida sem torcida, com os portões fechados. Por sorte, o time já subiu. Aliás, duvido que fosse punido da mesma forma se já não tivesse garantido o acesso…

E respondendo às perguntas dos comentários:

  • Mateus, a Juve está no oitavo lugar na lista dos públicos, atrás dos times citados e também do Palermo;
  • Braitner, o Perugia está em oitavo lugar na Série C, praticamente sem chances de subir;
  • Sir_Tristan, o Torino ocupa a quinta colocação da Série B, apenas dois pontos atrás do terceiro lugar. Ainda tem, portanto, boas chances de voltar à Serie A.

Anúncios

Sobre Gian Oddi

Jornalista, é hoje comentarista dos canais de televisão ESPN e ESPN Brasil. Trabalhou por sete anos como editor da revista e do site de Placar. Em duas passagens pelo portal iG, onde esteve por mais de cinco anos, foi editor de esportes e editor-executivo de esportes, ciência e tecnologia. Morou por um ano em Roma, produzindo matérias para a Placar e outras publicações da Editora Abril. Do Brasil, foi colaborador do diário espanhol Marca. Editou por seis anos o blog A Bola na Bota, sobre futebol italiano.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s